BMX

A palavra BMX tem como significado Bicycle(B) Moto(M) Cross(X). 

O Free Style existe desde a década de 70 e foi inventado nos Estados Unidos suas primeiras manobras foram inventadas por pilotos mundialmente famosos como Bob Haro, Ron Wilkerson e Michael Domingues. As crianças imitavam seus ídolos do motocross com suas bikes, construíam pistas e faziam corridas informais. Assim nascia um novo esporte com o apoio e o incentivo dos pais da criançada. O BMX chegou com toda a sua força no Brasil em 1978, quando o bicicross estava crescendo, dando espaço a esse novo esporte radical. Este esporte é principalmente caracterizado pelo radicalismo e adrenalina que ele transmite, pois para executar as manobras é preciso coragem, disciplina, treino e muita ousadia.
Não é um esporte de moda e os pilotos se unem para atrair novos adeptos, buscando assim consolidar seu espaço dentro dos esportes convencionais promovendo campeonatos e estando sempre presente em eventos e shows de grande expressão.
Os atletas treinam exaustivamente buscando a perfeição, em respeito ao seu público.
Praticado com uma bicicleta de aro 20", eles executam manobras que podem desafiar a gravidade, com giros e saltos no ar.
O BMX é dividido em duas partes o Race (corrida) e o Freestyle (estilo livre)

No BMX Free Style encontramos 5 modalidades são elas: Street, Mini Ramp, Dirt Jump, Flatland, Vertical.
O que difere um estilo do outro é o local e a forma de como são executadas as manobras.

O Dirt Jump é praticado em rampas de terra, com alturas e distâncias variadas , podem ser rampas únicas, doubles, ou seqüenciais chamadas de trails, ou ate rampas de madeira tipo mesa, as manobras tem evoluído de uma maneira que são as mais impossíveis como double back flip e 360º backflip, back flip tail whip entre outras.

O Vertical é executado em uma rampa em forma de “U”, denominada Half Pipe, com manobras nas laterais (bordas) e nos chamados aéreos (vôos para fora da rampa) onde os atletas busca executar manobras de alto grau de dificuldade o mais alto possível no dois lados da rampa.

O Mini Ramp tem uma altura e tamanho inferiores ao Vertical, realizam-se manobras de bordas, ssociadas a manobras de salto e aéreos geralmente em rampas de madeira,esta modalidade tem muitos adeptos, pois se usam manobras do DIRT, FLAT e STREET, com um grau técnico que aumenta com as manobras mais ousadas muitas vezes são adaptados obstáculos ao Mini Ramp como spines, sub-box e wall ride que acrescentam dificuldade e radicalidade a session.

O Street é praticado nas ruas como o próprio nome já diz ou em pistas que simulem ruas que tenham corrimões, escadas e rampas, dos mais variados tipos como spines ,fun box, 45º, quarters, savanas entre outros,neste são usadas manobras do MINI-RAMP, DIRT ,VERT e até do FLATLAND.

O Flatland é uma apresentação no solo sem rampas ou pulos, considerado o mais livres dos estilos onde cada piloto faz sua session buscando dificuldade e equilíbrio aliados a criatividade.

O Street e o Flatland são os mais praticados pelos brasileiros.
O que mais excita esses pilotos é o desafio, a busca da manobra perfeita e claro, o resultado que todo esse esforço gera no público que busca assistir esse esporte, criando uma relação de identificação com os atletas.

O uso de equipamento de proteção : joelheira, caneleira, cotoveleira e luvas além é claro do capacete é recomendado para todos os esportes que envolvem risco.
É importante lembrar que o risco pode ser diminuído mas ele sempre existe.

Testo retirado do site da ABBMX - Qualquer duvida : duvida@abbmx.com.br

Ah! =( Ainda não temos anúncios cadastrados.
Largue na frente dos outros anunciantes
sendo o primeiro a anunciar!
ANUNCIE GRÁTIS AGORA